top of page
  • Imprensa

Como ajudar uma pessoa com depressão?

Publicado no site Ativa FM- Saúde, 25.01.24



A depressão é vivida por cada pessoa de uma forma diferente. Há quem não consiga sair da cama e há quem encha a agenda com compromissos para evitar momentos de crise. Por isso, o quadro pode ser difícil de ser compreendido por quem vê de fora, mas saber como ajudar uma pessoa com depressão é fundamental, pois a rede de apoio é um dos pilares para o tratamento.


Oferecer suporte faz toda a diferença, mas é preciso ter paciência, já que, muitas vezes, é difícil a pessoa aceitar essa ajuda e verbalizar que está com depressão. Além disso, é necessário tomar alguns cuidados com atitudes que podem piorar o quadro.


Primeiro passo: identifique os sinais e sintomas de depressão

Descobrir que alguém próximo está passando pela doença é essencial para ajudá-lo da maneira correta. Alguns sinais de depressão vão além do sentimento de tristeza e podem aparecer no comportamento e no discurso.


A psicóloga Ana Lúcia Gomes Castello, presidente da Associação Brasileira de EMDR (uma abordagem psicoterapêutica), explica que o principal sinal da depressão é quando a pessoa entra em um estado de melancolia e não tem iniciativa para fazer coisas novas. Notar perda de interesse em mudar os objetivos também é um sintoma comum.


A depressão também pode estar relacionada ao estresse e isso pode aparecer de diversas formas. Por exemplo, uma pessoa pode ter o apetite aumentado, enquanto outra pode perder a vontade de comer, conforme explica a psicóloga Marina Vasconcellos.


Além disso, nem sempre a pessoa aparenta a tradicional apatia, mas pode demonstrar irritabilidade, mau humor constante e dificuldade de concentração. A culpa constante também é um dos sinais. Todos esses sintomas podem estar presentes em pessoas que estão ao seu lado, seja no trabalho, na família ou entre amigos.


Incentive a ajuda profissional para o tratamento da depressão

Ao notar os sintomas de depressão em alguém próximo a você, uma sugestão é ajudá-la a enxergar que a ajuda profissional pode ser útil para aliviar os sentimentos ruins. "O psicólogo lida com as causas e o ensina a encontrar uma maneira mais saudável para se colocar na vida, enquanto o psiquiatra entra com a medicação que aliviará os sintomas", explica Marina.


Por isso, reforçar que não é preciso sofrer sozinho e ressaltar a importância de elas se consultarem com eles é um passo primordial. Ajudar quem está com depressão a passar por esse momento também exige aprender a se conectar com elas da forma correta - e essa é a próxima etapa.


Evite invalidar o sentimento da pessoa e ofereça escuta

Há uma série de frases ditas para alguém que está com depressão que podem mais atrapalhar do que ajudar. Por isso, devem ser evitadas. As psicólogas Ana Lúcia e Marina listam algumas delas:


Você precisa sair dessa e não se entregar"


"Você poderia estar melhor se reagisse"


"Se você não sair da cama, isto não vai passar"


"Pense que tem pessoas que tem problemas maiores que o seu"


"Deixe de frescuras e venha conosco tomar uma no bar..."


"Vá pra academia e deixe a preguiça de lado"


"Pare de chorar à toa!"


"Isso é coisa da sua cabeça, você não tem nada demais"


Essas frases invalidam os sentimentos de uma pessoa com depressão. Ao invés de se expressar dessa maneira, é importante oferecer escuta, prestar atenção no que é relatado e nas palavras que são faladas por você. É importante valorizar os sentimentos dela sem julgá-los. Não insinuar que a pessoa é fraca por estar com depressão também é um bom jeito de conversar com ela, defende Ana Lúcia.


Além disso, também é interessante pesquisar sobre a doença e compreender, mais profundamente, o que é depressão. É o que recomenda a psicóloga Marina Vasconcellos. "Relevar os argumentos negativos e saber que isso faz parte da doença pode auxiliar para que se tenha paciência com o discurso dele, que é sempre bem pessimista", exemplifica.


Por isso, que tal se colocar à disposição para ouvir e dar apoio para a pessoa? A conexão, muitas vezes, pede mais do que palavras e, sim, gestos, escuta e atenção. Mas aqui vão alguns exemplos de frases que podem ajudar uma pessoa com depressão:


"Se e quando quiser conversar, conte comigo”


“Posso imaginar o quanto está sofrendo com isso, mas existe tratamento e é possível melhorar muito!”


“Me coloco à disposição para levar você a uma primeira consulta”


“Não tenha receio em procurar ajuda profissional. A depressão não é culpa sua, mas uma doença”


“Caso tenha que tomar remédio, não tema: assim como tratamos tantos problemas físicos com eles, a mente também pode se beneficiar dos avanços da medicina. Não pense no que os outros vão dizer ou pensar, mas sim em seu bem estar”


Como ajudar alguém com depressão e saiba o que NÃO dizer!

Invista em ações que podem ajudar de verdade

Um outro passo importante para ajudar uma pessoa no tratamento da depressão é incentivá-la a fazer algo que possa animá-la. Mas é preciso avaliar o que realmente pode ajudar e o que pode piorar o quadro. É fundamental não forçá-la a fazer o que ela não quer.


"Ser uma boa companhia para desviar a atenção para a tristeza profunda pode ser uma saída para que a pessoa possa pensar em fazer algo para mudar a situação", explica Ana Lúcia.


Atitudes simples já são úteis. "Um passeio pelo parque pode ser uma boa opção para que entre em contato com a natureza e abra os pulmões... Ou apenas vá visitá-la para bater um papo, assistir a um filme juntos em casa mesmo, ou fazer algo que ela goste. Tente lembrá-la do que ela gostava de fazer e convide-a a tentar retomar algo", sugere Marina.


Por fim, o importante é não deixar que a solidão tome conta de quem está em depressão, segundo Ana Lúcia. Mantenha-se presente, de corpo e alma.

bottom of page